Menstrual faz algum bem ?

terça-feira, 17 de junho de 2014

Biópsias agulha pode estar sendo subutilizada em pacientes com câncer de mama



Por Kathryn Doyle
15 de junho de 2014
 
NOVA YORK (Reuters Health) - Enquanto a maioria das mulheres devem ser submetidos a uma biópsia de agulha para o diagnóstico do câncer de mama, alguns cirurgiões optar por biópsias abertas em vez disso, um novo estudo descobriu.

A diferença pode ser uma questão de experiência do cirurgião, dizem os pesquisadores, muitas mulheres podem se beneficiar se os cirurgiões foram treinados e encorajados a optar pelo método de agulha com mais freqüência.

"Biópsia de agulha é realmente o padrão de atendimento", disse o autor sênior do estudo Dr. Benjamin D. Smith, da Universidade do Texas MD Anderson Cancer Center, em Houston.

"Ter um três ou quatro centímetros (cirúrgica) incisão na pele vai doer mais e demorar mais para cicatrizar do que a inserção de uma agulha", Smith disse à Reuters Health por telefone. "A biópsia excisional tem mais complicações do que a biópsia de agulha".

Smith e seus co-autores analisaram os históricos de diagnóstico de quase 90.000 mulheres com câncer de mama, utilizando dados do Medicare para os anos de 2003 a 2006.

Das mulheres que haviam consultado com um cirurgião antes da biópsia, apenas 54%, posteriormente, teve uma biópsia por agulha.

Cirurgiões sem certificação da placa, que foram treinados fora dos Estados Unidos ou que não eram especializados em oncologia cirúrgica foram menos propensos a ter os pacientes passam por uma biópsia de agulha, de acordo com os resultados do estudo no Journal of Clinical Oncology.

Disposição do cirurgião era mais importante na previsão de biópsias por agulha do que outros fatores, como localização rural, escrevem os autores.

"Este trabalho é um exemplo interessante de como é importante para pacientes com câncer a ser tratado por cirurgiões experientes e em instituições de maior volume", disse o Dr. L. Hershman Amanhecer, líder do Programa de Câncer de Mama no Centro de Câncer Herbert Irving Comprehensive de Columbia University Medical Center, em Nova York. Hershman não era uma parte do novo estudo. terapia neoadjuvante. "

Mulheres que não tiveram uma biópsia de agulha eram duas vezes mais propensos a sofrer várias cirurgias para o câncer do que as mulheres que fizeram.

"Eu acho que parte disso é que, em nossos médicos do sistema médico são incentivados a fazer mais", disse Smith. "Cirurgiões pago pelo procedimento mais ou menos, e é difícil mudar esses padrões."

Nenhum comentário: