Menstrual faz algum bem ?

domingo, 10 de janeiro de 2010

Pré Eclampsia

Níveis sanguíneos normais são a chave para uma boa saúde. Quando a pressão se torna muito alta, isto é conhecido como hipertensão. Durante a gravidez, a hipertensão pode causar diversos problemas. Em alguns casos, a Pré eclâmpsia, uma seria doença que ocorre na gravidez, pode se desenvolver. Se você está grávida e possui algum fator de risco que possa levar ao aumento dos níveis pressóricos, você precisa de cuidados especiais. Este panfleto irá lhe explicar:

· Tipos de pressão alta.

· Pressão alta durante a gravidez pode causar para a gestante e ao seu bebé sérios problemas.Efeitos na gravidez

· Fatores de risco

PRESSÃO SANGUÍNEA:

A pressão sanguínea é vital para o funcionamento do sistema circulatório do corpo – o coração, as artérias e as veias. A sua criação é mantida em parte pelos batimentos do coração. A cada vez que o

coração contrai ele envia sangue para as artérias e as artérias carregam o sangue para os órgãos do corpo. Já nas veias o sangue retorna para o coração.

Pequenas artérias, chamadas de arteríolas, também tem efeito sobre a pressão sanguínea. Esses vasos sanguíneos são alinhados com uma camada de músculos. Quando a pressão sanguínea esta normal, estes músculos estão relaxados e as arteríolas estão dilatadas (abertas) para que o sangue possa passa mais facilmente. Entretanto, se algum sinal é enviado para que a pressão fique alta, os músculos alinhados se apertam e a arteríola se comprime. Isto torna o fluxo sanguíneo mais difícil. A pressão então aumenta nas artérias.

EFEITOS NA GRAVIDEZ

Na gravidez saudável, o feto recebe da mulher todos os nutriente e oxigênio que precisa para um crescimento normal. Isto acontece quando uma quantidade correta de nutrientes e oxigênio passa através da placenta passando através do cordão umbilical e chegando no bebê.

Níveis pressóricos elevados podem causar problemas durante a gravidez. Por exemplo, quando a mulher tem níveis sanguíneos elevados na gravidez, isto pode causar um menor fluxo de sangue para a placenta. Isto significa que o feto recebe menos oxigênio e nutrientes do que precisa. Isto pode causar um retardo no crescimento fetal.

TIPOS DE PRESSÃO ALTA

1. HIPERTENSÃO CRÔNICA

Quando a pressão alta esta presente algum tempo antes da gravidez, esta é chamada de crônica, ou hipertensão essencial. Esta condição permanece durante a gravidez e após o nascimento do bebê. É fundamental que a hipertensão crônica seja controlada para evitar problemas como infarto cardíaco ou acidente vascular cerebral.

Durante a gravidez, a hipertensão crônica também pode afetar o crescimento do feto. Se você usa medicação para controlar os níveis sanguíneos converse com o seu medico se a medicação é segura para ser usada durante a gravidez.

Algumas mulheres com hipertensão crônica tem que parar de tomar a medicação durante a gravidez porque o seu níveis pressóricos retornam ao normal. Outras mulheres precisam continuar o tratamento durante a gestação. Fale com o seu medico sobre o melhor tratamento para você. Em alguns casos, a mulher pode precisar trocar por uma medicação diferente que continue ajudando a controlar os níveis pressóricos, mas que seja segura para o uso durante a gestação.

2. HIPERTENSÃO GESTACIONAL

Quando os níveis pressóricos aumentam pela primeira vez após 20 semanas de gestação, esta é conhecida como hipertensão gestacional. Este tipo de pressão alta acaba logo após o nascimento do bebê. Você poderá ser vista mais vezes para médico aferir os seus níveis pressóricos. Quando a pressão alta ocorre com outros achados esta é chamada de Pré eclâmpsia. A hipertensão gestacional pode ser ligada a Pré eclâmpsia.

3. PRÉ ECLÂMPSIA

Embora a hipertensão gestacional seja o mais comum sinal de Pré eclâmpsia, a Pré eclâmpsia é uma séria condição medica que afeta todos os organismos do corpo. Por exemplo, a Pré eclâmpsia causa disfunção nos rins, com resultado do aumento de proteína na urina das mulheres. Outros sinais de Pré eclâmpsia icluem:

· Dor de cabeça

· Alteração visual

· Rápido ganho de peso

· Inchaço (edema) das mãos e da face

Os médicos ainda não sabem o por que de alguma mulheres desenvolverem Pré eclâmpsia. Eles só sabem que algumas mulheres tem um risco mais elevado que outras. O risco de desenvolver Pré eclâmpsia é maior em mulheres que:

· Engravidam pela primeira vez.

· Tiveram Pré eclâmpsia na gestação anterior

· Tem história de hipertensão crônica

· Tem diabetes ou doença renal

· Obesas

· Descendência africana

· Tem desordem imune como Lúpus

A mulher com Pré eclâmpsia pode precisar ficar internada em um hospital para que ela e o bebê sejam monitorados. Em alguns casos, o parto tem que ser antecipado. Quando a Pré Eclampsia torna-se severa, os órgãos da mulher podem sofrer danos, incluindo os rins, fígado, cérebro, coração e olhos. Em alguns casos, convulsões podem acontecer. Esta condição é conhecida como Eclâmpsia. Pré eclâmpsia é uma doença que põem em risco a saúde da mãe e do bebê. Pré eclâmpsia grave pode requerer parto prematuro, caso o bebê não esteja crescendo. Se o bebê nascer prematuramente, pode haver complicações. E casos severos, a mãe, o bebê, ou ambos podem morrer.

Se a mulher souber que tem pressão alta antes de engravidar, dever seguir os passos da tabela abaixo:

O QUE FAZER

Antes da gravidez:

· Trabalhe com o seu médico para diminuir os seus níveis pressóricos

· Se estiver acima do peso emagressa por meio de dietas e exercícios.

· Tome a medicação para pressão prescrita.

· Converse com o seu médico quais são as medicações seguras para serem usadas durante a gravidez.

Depois da gravidez:

· Veja seu médico regularmente, começando o mais cedo possível que puder, assim mudanças no seu peso e nos niveis pressóricos podem ser diagnosticadas o mais rapidamente.

· Se você tiver doença renal ou algum outro fator de risco, esteja certa de contar ao seu médico.

· Se você desenvolver algum sinal de alerta para Pré eclâmpsia, conte ao seu médico imediatamente.

· Confira os seus níveis sanguíneos e peso em casa. Se o seu médico sugerir que o faça.

A cada visita pré natal, o peso, os nívies sanguíneos devem ser verificados. Estes cuidados podem detectar o que esta ocorrendo. Uma vez que o médico estiver ciente que a pressão está alta ela poderá ser checada mais freqüentemente.

Nenhum comentário: